Mulheres na logística conquistam cada vez mais seu espaço

Mulheres na Logística

No Dia das Mulheres, não apenas celebramos os direitos e conquistas, mas também reconhecemos o significativo impacto das mulheres na logística e na tecnologia.

De acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (Pnad Contínua) do IBGE, publicada em 2019, esses setores ainda contam com uma predominância de 80% de profissionais do sexo masculino.

No entanto, estamos testemunhando uma rápida mudança no cenário. Nos últimos anos, houve um aumento de 60% no número de mulheres assumindo papéis-chave e transformando empresas por meio da tecnologia.

O alcance desta estatística é resultado de um longo e histórico trajeto.

Você já refletiu sobre a importância da representatividade das mulheres na logística? E mais: sabe qual é a história do dia 8 de março? Continue lendo para entender! 

Qual a história do dia 8 de março?

O Dia da Mulher é uma homenagem que celebra uma série de movimentos liderados por trabalhadoras entre o final do século 19 e o começo do século 20. Elas se manifestavam contra as péssimas condições de trabalho e a disparidade salarial, pois recebiam 33% menos do que os homens.

Naquela época, as mulheres eram submetidas a jornadas de 16 horas de trabalho por dia durante seis dias na semana, às vezes sem os domingos de folga. Em algumas fábricas, eram vigiadas até mesmo para ir ao banheiro e revistar suas bolsas era um hábito.

Além disso, elas protestavam contra o trabalho infantil, já que era comum que seus filhos passassem por situações semelhantes.

Ao contrário do que muitos acreditam, a data não é uma homenagem às jovens mortas no incêndio da fábrica de roupas Triangle Shirtwaist Company, nos Estados Unidos. Apesar de ter trazido as más condições de trabalho à tona, o incidente aconteceu em 25 de março de 1911. 

A verdadeira escolha da data foi devido a uma manifestação em 8 de março de 1917, quando operárias russas do setor de tecelagem entraram em greve e pediram apoio aos metalúrgicos. Foi somente em 1975 que a ONU oficializou-a como o Dia das Mulheres.

No entanto, a luta continua: um estudo feito pela Bain & Company em parceria com o LinkedIn revelou que apenas 3% das mulheres ocupavam cargos de destaque e liderança no Brasil em 2019.

Pouco, não é? Este dado já dá uma ideia da importância da representatividade de mulheres na logística, concorda?

>>>> Veja também: Quais são as melhores ferramentas de logística? + Como escolher

Principais desafios enfrentados pelas mulheres na logística

Devido aos estereótipos de gênero, a percepção de que esse é um setor estritamente masculino dificulta o ingresso e a progressão das mulheres na área.

Muitas empresas não se comprometem em promover a inclusão e equidade, o que reflete no salário desigual. Por isso, muitas trabalhadoras podem achar difícil serem reconhecidas por suas habilidades e competências.

No entanto, o aumento da quantidade de profissionais femininas tem gerado otimismo no setor de logística.

Jesiane Sonara, controller na EmiteAí, revela: “Como mulher e profissional de destaque na EmiteAí, tenho testemunhado a crescente presença feminina na logística. Acredito que ainda existam diversos desafios, mas estamos caminhando para criar um ambiente inclusivo que promova o desenvolvimento e o avanço das mulheres nesta área tão dinâmica e desafiadora”.

A EmiteAí é uma plataforma líder em gestão de operações de transporte, com soluções de logística para cargas, mercadorias e pedidos, tudo em uma única ferramenta. É uma empresa que reconhece e celebra o papel fundamental das mulheres nesses setores, se comprometendo em apoiá-las e capacitá-las em toda a indústria logística e tecnológica.

Essa representatividade é essencial para uma mudança ainda mais eficiente. Movimentos como este, aliás, devem estar presentes em qualquer posição na logística, desde cargos de liderança, operacionais, e até funções estratégicas.

A importância das mulheres na logística

Em um setor predominantemente masculino, a participação das mulheres assume uma importância ainda maior. O fortalecimento da representação feminina neste meio estimula outras mulheres a trabalhar na área e a buscar posições de destaque, promovendo a igualdade de oportunidades.

Além disso, a diversidade de gênero traz novas perspectivas, habilidades e abordagens, o que estimula a inovação e a criatividade na logística.

Segundo Ewerton Caburon, CEO da EmiteAí, as mulheres na equipe trazem grandes movimentações ao setor com benefícios notáveis para a empresa.

“Eficiência, inovação e diversidade são elementos essenciais para o sucesso em qualquer setor, e a presença das mulheres está impulsionando esses aspectos de forma notável na logística e na tecnologia“.

As mulheres contribuem com diferentes visões e experiências, enriquecendo o ambiente de trabalho e levando melhores decisões e soluções para os desafios da área. 

“A inclusão de perspectivas diversas é essencial para o desenvolvimento de soluções eficazes e impactantes. Na EmiteAí, valorizamos a contribuição única de cada indivíduo e estamos comprometidos em criar um ambiente inclusivo onde todas as vozes sejam ouvidas e respeitadas”, acrescenta Caburon.

A EmiteAí conta com diversas empresas parceiras que contam com mulheres em cargos de destaque, como é o caso de Ana Campos, gerente administrativa global da empresa AC2 Logística.

Com ampla experiência na área de atuação, a gerente revela ter visto grandes transformações no mercado corporativo. “Estamos tendo uma mudança de visão sobre o que é decisivo para ter um bom desempenho corporativo; estamos aos poucos abrindo mão da visão arcaica que existia sobre a necessidade do meio corporativo ser masculino”.

>>>> Leia também: Tendências de logística: novidades da área para adaptar ao seu negócio 

A representatividade das mulheres é essencial

Além da presença das mulheres na logística ajudar a evoluir o setor para um cenário mais justo e equitativo, garante reconhecimento e oportunidades iguais para todos.

A representatividade feminina abre portas para o desenvolvimento profissional de outras mulheres, servindo também como prova de que são capazes de ocupar qualquer posição da logística.

Sendo assim, é essencial reconhecermos não apenas as conquistas individuais das mulheres, mas também o impacto coletivo que estão gerando nos setores de logística e tecnologia. Cada vez mais, as mulheres estão impulsionando a inovação e contribuindo para um ambiente de trabalho mais diversificado e inclusivo.

Você trabalha com logística e quer aprender as melhores práticas para gerenciar uma transportadora lucrativa? Confira nosso Guia de Transportadoras, é gratuito e repleto de dicas para planejar uma operação eficiente!

Compartilhe:

Leia também