O que é CIPP? Conheça a lei para cargas perigosas a granel

o que é CIPP

Saber o que é CIPP é essencial para motoristas de empresas de transporte rodoviário que lidam com produtos perigosos.

Chamado de Certificado de Inspeção para o Transporte de Produtos Perigosos, o CIPP é um documento cujo objetivo é garantir a segurança do transporte de substâncias que podem apresentar riscos à saúde humana e ao meio ambiente.

Sua obrigatoriedade foi definida pela Resolução ANTT 5.998, atualizada em junho de 2023.

Vamos explorar mais sobre o que é CIPP? E o CIV também, já que ambos são complementares?

O que é CIPP e CIV?

CIPP e CIV são dois certificados necessários que asseguram a integridade do transporte de mercadorias perigosas no Brasil. Enquanto o CIPP valida que o equipamento usado para o transporte está em boas condições e atende às normas de segurança, o CIV faz a mesma coisa, mas em relação ao veículo.

O CIPP analisa apenas as condições do equipamento, garantindo que está cumprindo a legislação para transporte de produtos perigosos. Essa fiscalização envolve a parte estrutural que acondiciona os produtos, como tanques, containers ou carroceria, sejam eles por reboque, semirreboque ou caminhão.

Assim, verifica-se aspectos como vazamentos no corpo do tanque, presença de trincas, bocas de saída e de visita, condições de válvulas, estrutura em geral, entre outros.

Já o CIV (Certificado de Inspeção Veicular) atesta somente a conformidade dos veículos. Ele é emitido após uma averiguação regular de toda a parte mecânica do transporte.

Esse certificado avalia o estado de diversos itens, como sistemas de freio e de suspensão, pneus, para-choque, tanque de combustível, sinalização, etc.

Leia também: Manutenção preventiva em caminhões: checklist completo!

Ambos os certificados são considerados de extrema importância, então são sujeitos a uma fiscalização rigorosa. Devem ser seguidos à risca não apenas a fim de cumprir as exigências legais para o transporte de produtos perigosos, evitando multas e a apreensão do veículo; mas também para garantir uma frota de veículos viáveis.

Afinal, dessa forma, a empresa demonstra compromisso com a responsabilidade e transmite mais confiança aos clientes.

Agora, mesmo entendendo o que é CIPP e CIV, falta saber em quais casos sua emissão é obrigatória, não é? Vamos lá!

Como saber se preciso emitir o CIPP e CIV?

CIPP e CIV são certificados obrigatórios apenas para o transporte de cargas a granel. Ou seja, quando o produto perigoso é transportado sem qualquer recipiente ou embalagem, sendo armazenado dentro do próprio tanque, vaso, caçamba, carroceria ou contêiner.

São exemplos:

  • produtos químicos inflamáveis como gasolina, diesel e álcool etílico;
  • gases inflamáveis e tóxicos, como gás natural liquefeito (GNL) e amônia;
  • materiais tóxicos e corrosivos, como ácido sulfúrico e soda cáustica;
  • radioativos como urânio enriquecido e materiais de reator nuclear;
  • materiais biológicos perigosos, como culturas de microorganismos patogênicos;
  • resíduos perigosos como químicos industriais e hospitalares;
  • e muitos outros.

Assim, em situações em que a mercadoria perigosa seja fracionada, acondicionada e transportada em embalagens (como em tambores, bombonas, IBCs, etc.) esses documentos não são necessários.

Para acabar com suas dúvidas, considere a tabela de produtos perigosos:

ClassificaçãoTipo de Risco
Classe 1Explosivos
Classe 22.1. Gases Inflamáveis2.2. Gases Não-Inflamáveis2.3. Gases Tóxicos
Classe 3Líquidos inflamáveis
Classe 44.1. Sólidos Inflamáveis4.2. Sujeitas à combustão espontânea 4.3. Em contato com a água emitem gases inflamáveis
Classe 55.1. Substâncias Oxidantes5.2. Peróxidos Orgânicos
Classe 66.1. Substâncias Tóxicas6.2. Substâncias Infectantes
Classe 7Material radioativo
Classe 8Substâncias corrosivas
Classe 9Substâncias e Artigos perigosos diversos

Dentro dessa classificação, apenas cargas definidas como Classe 1 não podem ser transportadas a granel, devido à sua natureza instável e alto risco de detonação.

Por outro lado, nem todas as substâncias que se encaixam nas outras classes são necessariamente consideradas a granel. Então, antes de estruturar qualquer frota, é essencial fazer uma pesquisa específica de acordo com a mercadoria que será transportada, a fim de garantir a conformidade com a legislação e a segurança na estrada.

Inclusive, recomendamos o nosso Guia de Transportadoras para você ir do zero ao sucesso, aprendendo o passo a passo de como montar e administrar uma transportadora!

Então, se a sua empresa é uma das que precisa desses documentos, você deve estar querendo saber quem emite o CIPP!

Quem emite o CIPP?

O documento CIPP deve ser emitido diretamente por algum dos Organismos de Inspeção Acreditados (OIA) pelo Inmetro. Entre em contato com o OIA da sua preferência e solicite uma inspeção para o equipamento de transporte. A empresa fornecerá as orientações sobre o processo, incluindo os documentos exigidos.

Em geral, os documentos requeridos são:

  • CNPJ da empresa
  • Certificado de Registro de Veículo (CRV)
  • Licenciamento do veículo
  • Laudo de Vistoria de Segurança Veicular (LSV)
  • Manual do fabricante do equipamento
  • Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) do responsável pela inspeção.

Além desses, o OIA pode solicitar outros documentos conforme necessário para a completa avaliação do equipamento.

É possível conferir a lista de OIA reconhecidos no próprio site do Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia), clicar no item Organismo de Inspeção Segurança Veicular e depois em Produtos Perigosos.

Os custos da inspeção e do CIPP variam de acordo com o OIA escolhido e o tipo de equipamento, mas o prazo para emissão é de, em média, 10 dias úteis.

Por fim, a validade do certificado geralmente é de 1 ano, mas também depende de qual o equipamento.

Saiba mais: Documentos de transporte de carga obrigatórios: LISTA

Mas cuidado para não confundir o que é CIPP com CTTPP, viu?

Qual a diferença entre CIPP e CTTPP?

Enquanto o CIPP refere-se à inspeção do equipamento utilizado no transporte de produtos perigosos, o CTTPP é um certificado que atesta que os profissionais envolvidos receberam o treinamento adequado para realizar as operações com proteção. Ele é emitido após a conclusão de um curso de treinamento reconhecido pelas autoridades reguladoras.

Ou seja, o CTTPP serve para garantir que os trabalhadores tenham conhecimento sobre riscos, precauções e procedimentos de emergência relacionados à transportação.

Ambas as certificações podem ser obrigatórias, dependendo do tipo de carga e da modalidade de transporte.

Agora que você já está sabendo de tudo sobre o que é CIPP e outros certificados importantes, o que acha de começar a emitir seus documentos com mais eficiência?

Nós podemos ajudar com isso! Com a Emiteaí, você gera e autoriza de forma automatizada e ágil os documentos necessários para suas viagens de transporte de cargas. Solicite uma demonstração!

Compartilhe:

Leia também